Páginas

quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Sling...você já viu ou ouviu falar?

Carregar o bebê pode ser algo cansativo quando estamos sem o carrinho; há lugares onde é praticamente impossível entrar de carrinho ou carregá-lo se não tivermos carro. Ir á padaria, pegar ônibus e pequenos passeios, que durante a gravidez eram simples de serem feitos, agora são bem complicados e até exaustivos pelo fato de termos de carregar o bebê junto.
Sempre vi slings e outros carregadores de bebês mas optei (com o primeiro filho) a usar o bom e velho canguru depois dos 04 primeiros meses de vida dele. No segundo filho, fiquei pensando na logística quando tivesse que sair de casa e fazer uma dessas coisas que escrevi acima. Como eu subiria em um ônibus, por exemplo, com uma criança, um bebê, uma sacola com fraldas etc.? Por meses pensei em adquirir um sling que pode ser usado logo na primeira semana de vida do bebê. Conversei com meu esposo e resolvi pesquisar: olhava nas lojas, revistas, sites, blogs...até que comprei. No início foi complicado porque a gente quer acertar na primeira não é mesmo? Mas, com persistência e paciência, consegui. Gosto bastante e o bebê dorme assim que o coloco no sling!
Como com a coleira ouço muitos comentários e críticas a respeito, como: "tadinho, tá apertadinho!", "não machuca a perninha dele?", "ai, que dó!", "olha o neném, judiação!" e outras frases do mesmo gênero. O fato é que, se você usar na posição correta e da forma que é indicado para a idade de seu filho não haverá problema algum para a coluna dele. Deve haver o bom senso da parte dos pais!

Veja esse site e confira tipos de carregadores de pano e vídeos que ensinam a usá-los de forma correta.

Olha o João dormindo bem gostoso no sling!

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Ler é muito bom!

Se você precisava de incentivo para começar a ter livros em casa
e ler para seus filhos,
essa oportunidade é para você!


A partir de 11 de outubro, o Itaú vai distribuir gratuitamente 8 milhões de livros, porque acredita que incentivar o gosto pela leitura é um bom caminho para o desenvolvimento completo das crianças e fundamental para o crescimento do país.
A Coleção Itaú de Livros Infantis é feita de quatro volumes, para você ler e reler com seus filhos, sobrinhos, netos ou alunos. Você assume o compromisso de ler um livro para uma criança e de repassar esse livro para outra pessoa fazer o mesmo. Assim, você cria um hábito que pode contribuir para que a criança escreva a sua própria história.
Para pedir seus livros e fazer a sua parte nesta história, é só preencher o cadastro e recebê-los na sua casa, em qualquer lugar do Brasil."
Entre no site para conhecer o projeto, faça o cadastro para receber a Coleção Itaú de Livros Infantis.

Passe a dica para outras pessoas!

sexta-feira, 8 de outubro de 2010

É o Geraldo, né pai?

Numa noite dessas em que passava o "horário político", o Pedro apontou para uma pessoa na TV e perguntou:
- Quem é esse, pai?
- O nome dele é Geraldo, filho. Tratava-se do então candidato a governador do estado de São Paulo, Geraldo Alckmin.
Passados uns dois dias o Pedro, vendo o pai lavar a louça, apontou para a embalagem de detergente e, com uma excelente associação, perguntou:
- É o Geraldo, né pai?

Não era o Geraldo na foto...mas, sabe que parece?!



O vento...

Aconteceu na escolinha do Pedro, no maternal:

Uma das crianças jogou um brinquedo no chão; a "tia", percebeu e disse:
- Olha, caiu seu brinquedo né?!, para ver a reação da criança.
A criança, no entanto, respondeu:
- Foi "o vento", tia!
- O vento não iria derrubar o brinquedo no chão, disse a tia.
Outra criança, ouvindo tudo, se apressou em defender o amiguinho:
- Mas, tia, vento derruba até árvore!

Essas crianças!


sexta-feira, 1 de outubro de 2010

Ensine seu filho a comer verduras e legumes!

Clique na tirinha e veja inteira:

Queridas mamães,
Sei que a técnica usada por uma pode não funcionar com a outra, mas uma coisa é certa: incentivar as crianças a comerem bem (dando exemplo, lógico) é dever de todas!
Com o Pedro, descobri que devo incentivá-lo a partir de algo que ele gosta muito: ALHO! Isso mesmo. Ele adora alho na comida e fica me questionando quando não "enxerga" o alho na comida porque ele quer alho inteiro! Não sei se esse gosto veio já do ventre (pois adoramos alho em casa) e ficou na memória dele ou se ele desenvolveu o gosto por si próprio depois de nascer, mas uma coisa é certa...tem que ter alho e muito!
Quando quero que ele coma brócolis, couve, abobrinha etc., digo que tem alho. E ele come.
Lógico que a gente diz as vantagens de se comer vegetais etc., mas só isso nunca funcionou.
Como toda criança, ele aponta para o "verde" no prato e diz (com a boca torta):
- Que é isso, mãe?
- Couve...com bastante alho!, digo eu.
Então, meu menino, para orgulho da mamãe, come tudo sem cerimônia.
E você? Como faz seus filhos comerem legumes e verduras?

Essas crianças...

Desde que tive meu filho Pedro penso em escrever. Não apenas algo para as mães mas compartilhar com todos as alegrias, sustos, tristezas, emoções e até os momentos de raiva que todos os pais passam com seus filhos.
Cada filho é único, não dá para generalizar. Mas existem coisas que toda criança faz, sem exceções...quem tem filho vai se identificar, quem pensa em ter filhos...vai se surpreender!

Além disso, quem é de Sorocaba e região poderá conferir, aqui, dicas de passeios, programação cultural e outras atividades voltadas para a família, conferidas e recomendadas por mim.